sábado, 17 de agosto de 2013

O que esperar do especial de 50 anos?

Como sabemos o primeiro trailer do Especial de 50° Aniversário  foi divulgado na Comic Con de San Diego, o trailer ainda  não foi disponibilizado para o resto do mundo, mas em breve isso ocorrerá.

Aqui abaixo teremos a essência  desse trailer.
Mas antes um aviso:

C O N T E M  S P O I L E R S!!!!

domingo, 4 de agosto de 2013

Peter Capaldi

 
    Hoje, dia 04/08 foi nomeado o sucessor do Matt Smith (snif) e este será Peter Capaldi. 
   O mesmo me assustou um pouco quando vi a sua imagem, pois (1) ele já foi um personagem de Doctor Who e não foi como a Freeman que desapareceu rapidamente ou a Karen que estava de maquiagem, mas um personagem que podemos dizer assim, significativo, pois foi salvo de Pompéia, (2) ele é um pouco mais velho que eu imaginava, pensava em alguém com idade similar ao do Matt, mas uma coisa eu tinha certeza, ele não seria ruivo. Só foi uma intuição, mas era uma daquelas que não dá para se negar.
 A presença mais recente de Capaldi numa série de sucesso remete para a segunda temporada da série "The Hour", onde desempenhou o papel do diretor Randall Brown, mas o escocês tem uma longa carreira na televisão e no cinema incluindo "The Thick of It", "Torchwood" e mesmo um papel secundário num episódio de "Doctor Who", em 2008. Podemos dizer que novamente nos enganaram, pois é um ator que estava escondido por um tempo, ninguém pensava nele, tenho certeza, mas ultimamente está a filmar uma nova versão televisiva de "Os Três Mosqueteiros" onde encarna o malévolo Cardeal Richelieu.


   
   O que eu me pergunto é: Como será sua personalidade? Será ele bom, mal? Ele tem cara de ser meio 9th, mas não seria como ele ou seria? Agora, teremos novas suposiçoes, como sempre, coisa de whovian.
   Achei essa foto bizarra e tive que por, dá medo, né? Mas então, fiquem com o vídeo abaixo do especial de Doctor Who de 50 anos, não tem coisas novas, mas é legal.


   Obrigado, do seu adm
   ~Rory

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

This Sunday

   Então, é verdade, estamos a passos da verdade e de receber ou dar o dinheiro das apostas. Em breve, ou melhor, neste domingo, teremos a informação que estava sendo, por assim dizer, escondida de nós: "Quem será o Doutor?". A mesma informação será mostrada junto com um especial com outros diversos Doutores e Companions. Provavelmente, o Tennant e a Piper, também. O nome do especial é Doctor Who Live: The Next Doctor, que irá ao ar no dia 4 de Agosto às 14h (Brasília) na BBC1.


   Então, quem substituirá o nosso 11th?

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Capitulo 1- A fenda do infinito

Caroline tinha apenas 15 anos quando se deparou com uma grande mudança de futuro....
Aquele parecia ser um dia normal, acordou cedo e foi para o colegio. Chegando la encontrou seus amigos.
-Sera que hoje vamos saber realmente quem ganhou aquele concurso de melhor historia de ficção cientifica?-perguntou jessica
-Tomara que sim-respondeu Caroline

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Fanfic 1 - Um inimigo revelado

-Bom Caroline pediu para mim busca-la daqui 3 anos... eu podia ir agora mais antes disso irei passar para visitar um amigo, o único que me ajudou a seguir em frente apos a destruição de Gallifrey. Sim, ele o imperador do planeta Pesadelo, nunca entendi porque colocarem esse nome estranho. Bom deixe ir fazer uma visitinha a ele.
-Doutor meu velho amigo! Quanto tempo se passou desde a ultima vez que te vi?
-Anos meu caro amigo! Já me regenerei duas vezes desde minha ultima visita! Mas como estão as coisas por aqui?
-Estão péssimas Doutor, as pessoas estão seriamente doentes... não há mais lugar para enterrar os mortos aqui, algo se alastrou e esta matando a todos. Os únicos que não estão sendo afetados por isso são os Oods.
- Oods? Tem Oods aqui?
- Sim Doutor, a uns 100 aqui, todos eles são tratados muito bem, são servos.  Mas porque esse espanto Doutor ao mencionar sobre os Oods?
- As profecias deles me dão medo e a maioria é sobre mim, a ultima profecia deles terminou com a minha regeneração, eu a vi pela ultima vez, eu vi todos eles e isso me deu orgulho, mas eu não queria ir, não queria me regenerar...
- Doutor não estou entendendo!
-Não precisa entender, isso acontece sempre, minhas lembranças começam a fluir.
- Doutor talvez não queira ver os Oods, por ter péssimas recordações.
-Eu quero vê-los.
- Então venha comigo.
- Por que o céu esta negro? Por que não há mais vida e alegria aqui?
- Tudo se foi Doutor há dois anos a vida se foi, nenhum dos 4 sóis que rodeavam o planeta o ilumina mais. Tudo se foi.
- A algo estranho no ar!
- Chegamos!
Assim que entra na sala o Doutor vê o Ood que estava com ele no momento final de sua decima vida:
- Olá Doutor!
- Olá...
- Os Oods são criaturas extraordinárias, dotados de uma inteligencia magnifica!
- Me deixe falar com eles Imperador.
- Que assim seja Doutor.
-Achei que nunca mais veria um Ood de novo.
- Aqui está você Doutor, com um novo rosto uma nova vida.
- Mas me digam, conseguem prever o que esta acontecendo com esse planeta?
- Ele está devorando planetas, galaxias... Por onde ele passa tudo morre.
- Quem é ele?
- Você irá enfrenta-lo em breve Doutor.
- Me diga quem é ele?!
- Tire as criaturas vivas que sobraram nesse planeta e as leve para longe, pois ele esta chegando! A presença dele começou a matar tudo! Vá Doutor vá!
...
-Doutor o que houve?
- Temos que sair daqui, pois esse planeta não irá mais existir!
- Doutor mas...
- A pessoas que restaram , aos animais que restaram vivos, pegue todos eles e levem para minha nave, a cabina azul, agora!
- Certo Doutor.
...
- Doutor por que está assim?
- Os Oods disseram que o "ser" que matou seu planeta, e está engolindo galaxias inteiras...
- O que eles disseram?
- Ele é meu inimigo... ele terei que enfrenta-lo.
- Doutor, você guarda e protege existências inteiras, sem você esse univero já teria sido dominado por Daleks e outras raças, mas você sempre esteve aqui.
- Obrigado velho amigo!
[...]
- Agora que deixei eles em um lugar seguro, está na hora de ir buscar Caroline! Gerônimo!!!







Obrigado pessoal por terem lido mais esse capitulo da minha Fanfic!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Comic-Con Resumo


   Mas então, tirando os olhos na nova careca da semana, olhemos um pouco para o painel de Doctor Who na Comic-Con.
   O que é um fato que já sabiamos e apenas frizando é: Tennant está de volta e a história do Aniversário incluirá também um dos predecessores de Matt Smith, este sendo interpretado por John Hurt. 
   Mas o que mais estamos esperando que é o teaser do Especial ainda não apareceu, quando sair no site oficial da BBC, postaremos nesse blog, mas por enquanto você pode esperar, aqui no website oficial da série. 
   No trailer que os convidados da Comic-Con virão, frases como estas surgiram: 
   "Eu tive muitos rostos. Muitas vidas. Eu não admito todas elas. Houve uma vida que eu tentei de tudo para esquecer", este sendo mostrado no início do vídeos, como fonte, além de "Neste inverno, o Doutor irá enfrentar o seu dia mais sombrio: Ele mesmo". Também houveram estas frases: “Grandes homens são forjados no fogo" sendo dita pelo Doctor'sHurt e “Ah, você redecorou. Não gostei" do TENnant sobre a Tardis do Smi11h.
     


    Com estas poucas palavras já confirmamos toda uma história e podemos esperar que revelem todo esse mistério iniciado com o fim da última temporada. O que eu me pergunto, qual vai ser o papel da Clara neste momento. Eu sei, ela sabe quem é o Doutor e de seu segredo, mas vai ser um confronto direto entre as duas versoes, o que ela poderá fazer, eu me pergunto e então não vem uma resposta, mas apenas uma frase frisada em letras grandes e garrafais "She's the impossible girl" e acho que Moffat fará juz ao seu título de garota impossível.
Foto do set do Especial de Aniversário
   Além destas frases no mínimo reconfortantes por nos confirmar muito e ao mesmo tempo assustadoras por ser um dos momentos mais sombrios do Doutor, se não o mais, no teaser, ou trailer se preferir, um dos maiores vilões do Doutor também surgiu, os daleks. Para um aniversário, Doctor Who, estará bem badalado, né? (haha). 
   Sobre o 12°, não temos noticia alguma, pelo que parece, ainda não foi escolhido.
   E também confirmamos outro pequeno fato, de acordo com Moffat, choraremos com a despedida, provavalemente bem mais que a dos Pond e talvez mais que a despedida do cabelo ruivo de Gillan (ok, parei).
   Para mais informaçoes, temos o tumblr oficial do Doctor Who, com tweets e etc, aqui e o website oficial, que darei novamente, aqui.

~Rory

Ok, Bye, Ginger...

   Nossa querida Karen Gillan apareceu com um corte de cabelo novo na Comic-con, ou deveria dizer, um corte sem cabelo, vejam: 
   


   









   Ao entrar na sala, ela, que costumava exibir um longo cabelo ruivo, estava com os fios lisos e mais curtos. Durante a entrevista, retirou a peruca que usava e mostrou à todos que estava careca. De acordo com informações do site Just Jared, ela afirmou: "é libertador! Acho que todos deveriam raspar a cabeça alguma vez".
   O novo "corte de cabelo" se deve ao seu novo papel no filme Guardioes da Galáxia.
   Então, whovians, o que acharam? Sexy? Seduzente? Ou... Blah?
   
   Obrigado por lerem e... Desculpa por não ter havido nenhuma postagem de um dos seus adms:
~Rory

terça-feira, 16 de julho de 2013

Entrevista com Murray Gold



Como alguns sabem e já foi visto aqui, sobre a trilha sonora de Doctor Who, Murray Gold é um dos compositores e talvez um dos que mais marca a história de Doctor Who, por causa da música I am the Doctor, que para mim, sempre me dá aflição quando escuto. Escute ela toda, logo abaixo:






Indo direto ao ponto, o compositor fez uma "longa" entrevista e eu vou fazer um pequeno resumo, pegando as perguntas mais interessantes e etc, para quem quiser lê-la entre no site DenofGeek, mas já avisando esta em inglês, clique aqui. E abaixo veja a entrevista:


1° Quais foram os seus quando soube da saída de Matt Smith?

Eu pensei "Isso significa que teremos muito trabalho", eu pensei "Oh Meu Deus! Será que não iremos mais escutar I'm the Doctor" [Risos] Eu logo pensei "Será que poderemos usar essa musica para o próximo Doutor?" Ela (se referindo a musica) não pode estar lá, até o Matt estar lá novamente e espero que esteja em uma versão de história multi-Doctor. Será que ouviremos I'm the Doctor no especial de 60 anos? [Risos].

2°Já começou a pensar na música do 11th de regeneração?
Não. Porque essa é a única parte de o que quer que ocorra com o Especial de Natal, nós já tivemos essa música antes. Eu tenho a música escrita para seqüências de regeneração. Se ele acaba sendo uma hora de episódio, então eu recebo cerca de cinquenta minutos de música, com a Orquestra Nacional do País de Gales. Se o episódio torna-se uma hora de quinze [minutos], por exemplo, normalmente têm de encontrar quinze / 20 minutos de música de uma outra fonte que não seja o mais recente sessão. Então, se houvesse uma seqüência de regeneração e eu estava sem música de orquestra, eu poderia preenchê-lo a partir de outra seqüência de regeneração, a música que eu quero dizer.
Eu ainda acho que a música da regeneração no episódio treze, da primeira temporada [Bad Wolf] é a música de regeneração.
3° Não poderia ser Vale Decem (Musica de regeneração do Tennant)?


(Nessa parte ele diz que não tem certeza do que pode ocorrer e que apenas como o Steven Moffat vai escrever é que saberemos o que pode ocorrer, tendo musica ou apenas efeitos sonoros) Escute Valem Decem logo abaixo:






4° Você já pensou sobre a musica do 12th do túnel?

Isso, eu definitivamente, já andei pensando. Acho que talvez eu deva "linkar" com o tema do 11th de alguma forma. Ainda não sei como. Mas eu ainda tenho que esperar para ver. E não sei se posso por I'm the Doctor em alguma parte do episodio. Novamente, depende do elenco e do primeiro episódio.


5° Você acha que o 12th pode ser uma mulher?

Se fosse uma mulher poderia ser realmente interessante. Quem disse que talvez ela não tenha também uma companheira mulher? Não existe história que não possa ser escrita para Doctor Who. Para mim, o importante é que tenha inteligencia, charme e imaginação, todo o resto é menos importante. A série pode ser imaginada de qualquer forma, graças aos ótimos escritores da mesma.

6° Quando o Steven Moffat disse querer deixar o seu local na série, quem você acha que pode pegar o desafio?

Richard Curtis. Neil Cross. Tenho certeza que há várias pessoas que adorariam fazer isso.
Neil Cross, famoso por
MAMA,
o filme e Luther, a série 

Richard Curtis famoso por Mr. Bean.





















7° Alguma coisa que você possa compartilhar conosco sobre o Especial de Aniversário de 50 anos?
Existem várias coisas interessantes sobre, mas eu não posso dizer nada delas. Está muito bem dirigido. Há uma coisa que eles fizeram nele, que pode ser contraditório... É um pensamento interessante.

8° Usou algum tema classico nele?

Então, sim. Eu sou muito nostálgico e ainda mais com a vinda de David e o a saída do Matt, provavelmente veremos algo do tempo do David.

Então gente, após estas perguntar, Murray começou a falar mais sobre o atual, sobre Steven Moffat e Russel T Davis. Acho legal vocês lerem, é que o texto é um pouco grande e acho que não faria juz as palavras. O que está acima é só um pequeno resumo do principal que ele disse sobre o Especial de Natal, as regenraçoes e o futuro de Doctor Who.

E como eu disse, para quem quiser ler tudo, clique aqui.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Marcas de aliens no campo... Não, pera.

   Então, um fã teve uma ideia muito criativa do clássico "marcas evidenciam visita alien no campo" e Doctor Who, vejam:





quinta-feira, 11 de julho de 2013

John Barrowman fala sobre um female Doctor

   Nesta mesma semana recebemos informações do teaser com a voz de uma renomada companion, Sarah Jane Smith, hoje vemos uma informação sobre outro, que não chega a ser um companion, mas teve uma importância grande na série e assim como Elizabeth, ou Sarah Jane, teve um spin-off, este sendo Captain Jack Harkness, ou John Barrowman.


   O mesmo comentou sobre um impactante especulação que ronda  cabeça de muitos whovians há cerca de um ano ou dois, que é ter uma female . 
   John Barrowman disse o seguinte:
 "We've had great guys playing the role. The character of River Song (Alex Kingston) was so popular in the last part of the series and it [had] such an impact - why shouldn't we have a female Doctor? If it doesn't work, she can always regenerate back to a man."

   Traduzindo:
"Nos tivemos diversos bons atores fazendo este papel. A personagem de River Song (Alex Kingston) foi muito popular na última parte da serie e teve um grande impacto - Por que não deveríamos ter uma female Doctor? Se não der certo, ela sempre pode regenerar de volta a um homem"

   Tudo bem, a opinião do tão querido John Barrowman é otima, mas temos que dizer que, ultimamente uma regeneração desnecessaria seria, em algumas palavras, aterrorizante, pois talvez ele nem consiga ou talvez o Moffat nem tenha uma teoria que diga "Timelords muito velhos ganham uma vida extra" ou "Então o Doutor encontra a fantástica caixa nos arredores das galáxias de Gallifrey e a mesma tem incustrado um sinal de interrogação. Sem mais delongas o mesmo a abre mostrando um cogumelo gigante, lhe dando mais uma regeneração", então, não é tão facil assim voltar a ser um homem, mas apoio uma female Doctor, daria um toque diferente a série e não surpreenderia tantos como a Clara ter caido na linha temporal do Doutor (isso ainda me assusta haha).
   Também surgiram alguns rumores de que o Captain poderia voltar e que o próprio Barrowman iria gostar muito. E acho que seria interessante ele volta, principalmente por causa do "the face of Boe", nunca tivemos uma explicação concreta (sim, tivemos, mas ele dizendo ser o apelido dele de onde ele vivia, não foi assim, muito satifatorio).

Para mais informaçoes, vejam o site de onde foi retirado a informação: Huff Post.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Nostalgia Doctor Who: Assista o novo teaser da BBC

   O canal BBC Worldwide divulgou um teaser enigmático de Doctor Who. Enigmático por dois simples motivos: (1) No mesmo apresenta fotos antigas da Sarah Jane, o 8th Doutor, K-9 e etc, além da sonic screwdriver do 4th e (2) por que ao fundo se houve a voz do 4th e a própria Sarah Jane em um diálogo e a mesma finalizando com a frase: “Não esqueça de mim”, dita duas vezes. E ainda se houve a voz de alguns outros e o que mais me deu nostalgia, a do K-9 dizendo "Mester". Vejam abaixo:




Especial da série "Sarah Jane Adventure's"
   Para quem não se lembra da atriz Elisabeth Sladen ou não se aprofundou nas séries antigas ou das séries que sairam de Doctor Who, como Torchwood e Sarah Jane Adventures, a mesma foi a única parceira do Doctor a continuar ativa na série ao longo de quatro décadas, além de ser a única a ter este spin off, sobre as aventuras dela na terra, fazendo o trabalho do Doctor. Além disso, um prémio em sua homenagem foi feito, que seria para séries educativas britanicas, interessante, certo? E a mesma foi a única companion da série classica que apareceu nos episódios especias em que a Rose, Martha, Donna, Mickey e etc apareceram.




Cena do 4° Doutor e Sarah Jane.
   O intrigante deste vídeo, não para só por aí, isto é, até hoje tivemos 12 doutores, contando com o Doctor Hurt's e o vídeo se foca em apenas um deles e em uma frase que faz remeter a companions passadas como a Donna Noble, que teve o infortúnio de esquecer o Doutor. 
   Mas o mesmo foi identificado com a hashtag “#thefourth” (o quarto), o vídeo tem gerado várias especulações. Há possibilidades de que tenha o bojetivo de promover o evento que vai comemorar 50º aniversário da série, que acontecerá em Londres, nos dias 22, 23 e 24 de novembro, ou até mesmo o especial de TV dos 50 anos do Doctor.
   Então, o que vocês acham? Na minha opinião, esse especial terá cenas como a do final da última temporada de Doctor Who, (Se recordam? A Clara correndo de um lado ao outro atrás do Doutor?), com lembranças do passado, talvez até mesmo cenas da série clássica.

OFF TOPIC: Queria apenas deixar aqui que a Sarah Jane faz falta. Muito Obrigado, Elizabeth. Nunca foi uma Doctor, ou teve um fim trágico de companion, mas foi um marco, um dos maiores.
















~Rory

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Sete Anos de "Doomsday"

08/07/2006...
"Eu já tomei a minha decisão a muito tempo, e eu nunca vou te abandonar"
"Onde você esta?"
"Na TARDIS, estou queimando um sol só para dizer adeus"
"Você parece um fantasma"
[...]
"Quanto tempo temos?"
"Uns dois minutos"
"Não sei o que dizer!"
[...]
"Você esta morta, oficialmente, tantas pessoas morreram naquele dia, e você desapareceu. Você esta na lista dos mortos, mas aqui esta você vivendo sua vida, dia após dia. A única aventura que nunca vou ter"
"Vou ver você de novo?"
"Não pode"
"O que você vai fazer?"
"Eu tenho a TARDIS. A vida de sempre. O último do Senhores do Tempo"
"Sozinho?"
"Sim"
"Eu te amo"
"Esta certo. E suponho que essa seja minha última chance de dizer...Rose Tyler..."









Há sete anos atrás ia ao ar o episodio final 2° temporada, intitulado de "Doomsday" (Juízo Final), no qual havia uma batalha entre os Cybermans e os Daleks, no qual a unica saída para o Doutor era prender esses dois exércitos em um um vazio entre dos universos, o paralelo e o que conhecemos. Mas com esse confronto o Doutor tenta mandar Rose para o universo paralelo juntamente com a família, mas ela escolhe ficar ao lado do Doutor.
Rose acaba de um jeito ou de outro parando no universo paralelo, uma cena forte que fez vários whovians chorarem ( inclusive eu haha).
O episodio marcou muito, e teve uma grande amostra de sentimentos da parte do Doutor, que no final ia declarar o seu amor a Rose Tyler, mas o tempo se esgotou! Mas também (finalmente) a Rose conseguiu dizer aos prantos que amava o Doutor!
Enfim o episodio foi lindo, triste e engraçado no final quando a Donna aparece do nada rsrs!
Vou me despedindo de vocês com esse lindo video sobre a separação dos dois:

sábado, 6 de julho de 2013

"Parecia bem real"

Isso mesmo "parecia" bem real, mas vocês devem se perguntar do que eu estou falando.
Bom vamos lá...
Whovians se surpreenderam com o aquele Trailer do especial de 50 anos, mas muita gente não aceitava acreditar que aquilo era um "Fan made", mas enfim depois de tanta discussão, aceitaram que o trailer era falso, mais ainda sim era "Fantastic".
O autor desse Fan made publicou outro video mostrando que recursos ele usou para fazer sua "criação" parecer um trailer oficial da BBC.
Se você ainda não viu esse novo video, veja abaixo:








sexta-feira, 5 de julho de 2013

Quem será John Hurt nesse meio todo?

   Podem ter se passado poucas semanas, mas os fãs de Doctor Who ainda se perguntam: "E quem diabos é esse Doutor? John Hurt as the Doctor? Sério, Moffat? Quero que você morra." ou pelo menos é isso que eu me pergunto toda vez que eu olho para o rosto de John Hurt. 
   Todos já estamos cansados de saber que a resposta surgirá em Novembro com o Especial de 50 anos, mas fãs de Doctor Who tem uma caractérista simples: Eles especulam. Quem já leu o meu primeiro post sabe do que estou dizendo, vimos diversas teorias de quem era Clara Oswin Oswald ou de quem era a Clara, a Oswin e a Oswald e nenhuma estava correta, mas whovians também nunca desistem.
   Alguns chegaram com conclusoes simples de que este Doutor, não merece o título de Doutor por ser envolvido no incidente, o qual finalizou a Guerra do Tempo, o qual alguns talvez não saibam foi a grande guerra entre Time lords e Daleks, que terminou em morte e nunca de forma alguma foi apresentada ao publico de verdade, apenas foi mencionada em livros, explicadas em série, mas nada concreto, só concluimos que o Doutor fugiu.
   Mas em defesa de Doctor Hurt's (irei chamá-lo assim, neste post) há esta frase: “what I did, I did in the name of peace and sanity.” que significaria "o que eu diz, fiz pelo nome da paz e da sanidade", o que tenho que admitir que me fez lembrar o 10th dizendo que a guerra havia corrompido a sua espécie e que não havia mais como salvá-la.
    Onde quero chegar é que de acordo com o encarregado das fantasias, Howard Burden, talvez e eu creio também que esteja certa esta hipótese. Ele disse:

There was a gap between Paul McGann playing the Doctor andChristopher Eccleston, when we didn’t see a regeneration, and John Hurt will fit into that gap. He is a past Doctor, not a future Doctor.

Em tradução:

Houve um intervalo entre Paul McGann (o 8° Doutor do filme) atuando como o Doutor e Christopher Eccleston, quando não vemos a regeneração, e John Hurt vai encaixa-se nessa lacuna. Ele é um Doutor passado e não um Doutor futuro.

   Com o que vocês leram, vocês devem ter pensado: "Nossa, isso já estava na cara". E eu admito, já estava bem na cara, mas muita coisa já esteve na cara em Doctor Who e acabou não sendo e mesmo que seja a confirmação de um encarregado em fantasia e não do Moffat, já é algo, agora não temos mais que se preocupar em quem é o Doctor Hurt's, mas o que ele fez. (mais perguntas, sim, mas uma resposta).
   O que parece ter delatado realmente a hipotese foi a foto de John Hurt no set de filmagens em que ele usava uma jaqueta meio Eccleston de ser.
   O Doctor Hurt's seria quase como um "dark Doutor" e por este mesmo motivo as nomeaçoes de acordo com os numeros, ou seja o 9th sendo o Eccleston, o 10th sendo o Tennant e o 11th sendo o Smith, não se alteraram e talvez esse Doctor Hurt's nem use o nome de Doutor, desde que não seja Professor ou Mester, eu agradeço. 
   O mesmo fato nos faz pensar que chegamos a 13 reencarnaçoes, um problema para o nosso Doutor, mas bem provavel que não será um para Moffat que já deve ter um milhao de possibilidades para o futuro de nosso Doutor. 
Detalhe: Creio que o Moffat deva ler todo tipo de hipotese de fã e depois fazer a unica que não pensavam na série (haha), por isso ele é tão trollador.

~Rory

Menos um, ou melhor, menos uma

   Helen Mirren presente em diversas listas de possível artista para tomar o lugar de Matt Smith descartou a possíbilidade da mesma trabalhar neste papel com a seguinte declaração:

 
Eu não serei a primeira Doctor mulher, não, não, não. Eu absolutamente não consigo imaginar isso. (…) Entretanto, eu acho que está na hora de ter uma Doctor mulher. Acho que uma mulher negra e gay como Doctor seria a melhor opção de todas”, disse, sem dar qualquer detalhe sobre ter ou não sido contactada para o papel.

   Eu prefiro não comentar muito sobre essa 
declaração, pois a mesma parece dizer que Doctor Who nunca centrou personagens gays ou negros e deveria fazer isso agora, em parte é verdade, nunca houve um Doutor gay ou negro ou mulher, mas já houve o Captain Jack Harkness e seu parceiro, que eram gays, Mickey e Martha Jones, que eram negros e toda companion é mais que importante na série. Tentar adequar Doctor Who na linguagem popular desta forma parece mais como apelação, exatamente como vem ocorrendo, não sou contra, mas depois de tanto tempo vendo cenas se repetirem como o lanterna verde ser gay ou o beijo do Logan e Hercules nos quadrinhos, a coisa começa a se tornar chata e Doctor Who não é desse tipo (Desculpas, se falei demais).
   

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Episódios Perdidos vindo a tona depois de 50 anos?

Parece que os fãs da Classic Series de Doctor Who podem ter agora algo grande para se animarem.
O Repórter Rich Johnson disse que um engenheiro de transmissão excêntrico na África desenterrou uma suposta caixa com episódios perdidos de Doctor Who que não foram vistos desde que foram originalmente transmitidos.
Mas precisamente, ele próprio ele construiu essa "biblioteca" de episódios ao longos dos anos através de sua própria aquisição pessoal dos materiais da BBC.
Como alguns sabem, a BBC destruiu muito do que eles transmitiam ao longo dos anos incluindo varias fitas com episódios de Doctor Who, nem por um minuto param para pensar que alguém estaria interessado em assisti-las, causando discórdia em uma legião de fãs.

Johnson diz:
"...Há muitos. Montes e montes.[...] Pilhas e pilhas. Possivelmente ate a era Hartnell completa"

A era de Hartnell completa? Se isso for realmente verdade, é uma grande noticia para os fãs da serie Clássica. O relatório ainda especula que o DVD que mostrara todas as regenerações pode ter alguns desses "episódios perdidos"
Se os rumores forem verdade, os "novos velhos" episódios serão lançados em novembro em comemoração ao 50° aniversario da serie.

Você acha que isso é apenas um rumor, ou há um verdade nisso?

domingo, 30 de junho de 2013

Opinião de Neil Gaiman sobre o novo Doutor

"Don't Blink. Blink or you are dead. They are fast, fast than
can you belive. Don't turn your back. Don't Blink... Good Luck
- David Tennant as 10° Doctor"
   Há poucos dias atrás foi iniciada um questionamento de quem seria o 12° com listas, cortes e etc e praticamente na mesma época houve um pronuncimento de Neil Gaiman sobre o assunto, o mesmo responsável pelo episódios Doctor's Wife e Nightmare on Silver e também de livros fantásticos como Lugar Nenhum, Os filhos de Anansi e a hq, Sandman (sim, eu sou um fã).
   O Sr. Gaiman foi questionado por um usuário do tumblr, torchyvalentine com a seguinte: “O que diria sobre Sir Ian Mckellen pegando o reinado do 12º Doctor? A propósito, quem você acha que seria um bom ator para o personagem?”
*Nota: O Sir Ian Mckellen é o famoso Gandalf/Magneto que conhecemos, o mesmo não foi incluído em nossa lista, mas é digno de nota para se dizer que não é uma escolha normal de elenco e por isso não foi posto, assim como outros, mas entendo quando dizem que Billie Piper ou o nosso Sherlock também não são escolhas habituais.
   A resposta do fã de Doctor Who, Neil Gaiman, foi a seguinte:
“Acho que se você tivesse me perguntado quem deveria ter sido o 11º Doctor há 5 anos atrás, eu não teria listado o Matt Smith, porque eu não sabia quem ele era ou do que era capaz, e se você perguntasse quem deveria ter interpretado Sherlock Holmes numa releitura nos tempos modernos, à mesma época, eu não teria dito  Benedict Cumberbatch, porque eu também não sabia quem ele era.Eu realmente gosto quando O Doctor é um ator relativamente desconhecido, ou um sem um grande papel que o tornou famoso. Uma estrela, como Sir Ian, traz consigo todos os outros papéis que já interpretou à tona quando atua. Assistir John Hurt como o (spoiler) no final de “The Name of the Doctor”, significou que esse é um certo tipo de papel com um certo tipo de importância, e você entende que John Hurt trouxe consigo tudo isso (inclusive ser o John Hurt), assim como Derek Jacobi fez com o Master. Mas eu gosto de ver O Doctor como O Doctor, e um ator que não traz bagagem é uma grande coisa. Uma estrela esperando pra brilhar. Então eu não quero ver Helen Mirren ou Sir Ian McKellen ou Chiwetel Ejiofor, ou qualquer outro nome famoso que as pessoas estão sugerindo.Eu quero ver o Doctor. Eu quero ser surpreendido. Eu quero apontar pra uma foto da pessoa e dizer “mas como aquele pode ser o Doctor?”. Então eu quero estar incrivel, maravilhosa e completamente errado, e seis episódios depois, eu quero me perguntar como pude ser tão cego. Porque esse é o Doctor. Claro que é.”
   Eu concordo realmente com o Neil, mesmo que não pareça quando eu posto a minha lista de possíveis Doutores, desde o Christopher Eccleston e pode-se dizer desde o 1° Doutor, a escolha de elenco nunca foi de acordo com a sua famosidade, tendo exceçoes como Catherine Tate ou Billie Piper, que já tinham uma pequena fama antes de Doctor Who e eu acho que é isso que faz desta série tão especial, a escolha imprevisível de elenco. Mudando um pouco de assunto, eu admito que odiei o Matt Smith da primeira vez, clamava para que a regeneração "daquele homem desconhecido" viesse logo, mas em pouco tempo eu comecei a adorá-lo e acho que é bem provavel que nenhum daquela lista de apostas seja escolhido, por que eu particularmente já tenho um vínculo com Martin Freeman ou com a Emma Watson e durante a série, o mais interessante é o que nos criamos com cada companion e Doutor, essa simpatia e saudade quando o mesmo se vai. Mas não é crime nos questionarmos e desejarmos ver um conhecido lá, seria legal, assim como ver um cara ou mulher desconhecidos que logo se tornem amados.


~Rory

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Trailer (não oficial) do Aniversario do Doctor Who

   Já imaginou como vai ser o especial do Doctor Who? Então, alguém nao so pensou, mas como fez um trailer, louco irado e super whovian. Se tiver um óculos 3-D do 10th vai ficar ainda mais legal :D


Especulações sobre o novo Doutor (12°)

   Já se passou cerca de um mês desde que descobrimos, na verdade, confirmamos a saída de um dos mais adorados atores que interpretou o 11° Doutor. E durante esse tempo, as informaçoes de possíveis atores para o novo protagonista não param de surgir, junto com entrevistas e videos sobre o "doc-goodbey" que em breve teremos que dar. Um deles surgiu a pouco tempo e era um imenso "obrigado" para a equipe da série e para todos os whovians feito pelo Matt, para quem não viu ou viu e quiser chorar um pouco, aqui vai:



   Mas então, hora de secar as lágrimas e seguir em frente (haha). 
   Primeiramente, podemos tirar um da lista de possíveis doutores, o nome dele é Ben Whishaw, conhecido pela sua atuação de Q em James Bond. O mesmo afirma: 

“Não serei eu. Mas, eu não me importo, não acho que você possa ser o Q e também o Doctor. Seria meio errado“. Eu acho interessante, esse respeito do ator pelo papel, por que mostra que Doctor Who não é só uma série, mas um tipo de legado, que nesse ano fará 50 anos. Em contrapartida tenho que dizer que ele tem cara de Doutor, pelo incrível que pareça, talvez seja até um jeito de esquecermos ele da lista e ele ser mesmo o próprio, por que o papel de Watson em Sherlock, não impediu de Martin Freeman fazer o Bilbo Bolseiro em "O Hobbit". 
 




   Mas não se preocupem whovians, em pouco tempo saberemos quem nos acompanhará nas próximas temporadas, algumas notícias alegam que não demorará mesmo, que em Setembro já teremos informaçoes, mas por enquanto, não mata ninguém ficar especulando e desejando quem possa ser.

Veja nossa lista de possíveis doutores: http://doctorwhofanfics.blogspot.com.br/p/12-doutor-quem-sera.html 

Obrigado,
~Rory

quarta-feira, 26 de junho de 2013

TARDIS no espaço

Com certeza você sabe que no dia 23 de novembro desse ano Doctor Who completa 50 anos não é?
Em homenagem ao aniversario, um grupo de whovians têm juntos um projeto talvez de sucesso.
O projeto é enviar um satélite em forma de TARDIS na órbita da Terra , construído a partir de alumínio, tendo assim um peso mais leve, mas nenhum detalhe foi deixado de fora.
O satélite TARDIS, que já foi construido possui um GoPro Hero 3, que foi criado para ser regularmente carregado por painéis solares. A equipe também esta na esperança de conseguir fotos do planeta. A câmera possui um sistema de controle magnético, que ira mantê-lo na direção da Terra, como outros satélites.
O "TARDIS" sera entregue a um companhia aeroespacial que ira lança-lo ao espaço.
Incrível não é? A TARDIS no espaço...
Amei essa ideia e voces?

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Trilha Sonora

Quem já não ficou encantado ou emocionado com a trilha sonora de Doctor Who?
É não ha quem ainda não tenha sido motivado pelo belo arranjo musical da serie, seja pela musica de abertura ou por musicas tristes como "Vale Decem". Mesmo assim as trilhas sonoras ainda costumam tocar muito com o coração ( pelo menos com o meu haha). Mas vamos saber mais sobre essa belas melodias whovians.

Como tudo começou...

Quando a serie começou, em 1963, Ron Grainer ( ao lado) foi chamado para compor o tema, e então fez uma melodia base, sem ser muito detalhista, passou-a para Delia Derbyshire( abaixo), que trabalhando com a BBC Radhioponic Workshop, com que transformou uma composição a um peça eletrônica pioneira, e sendo a primeira musica eletrônica tema de uma serie de TV. Mesmo com o tempo, e varias mudanças de arranjos, a base da musica continua a mesma.

                                











                                                                                                        

        O filme 1996 - Trilha Sonora

Todos conhecem o filme de 1996 né? Considerado por muitos um fracasso ( por mim não, achei Fantastic!).
Bom mais de fracasso a trilha sonora não tem nada. Ficou a cargo do americano John Debney, responsável tambem pela trilha sonora dos filmes " A Paixão de Cristo", e o "Homem De Ferro 2", entre outros.
Começa com uma versão do tema da serie.
É tão rara porque nunca foi disponibilizada para à venda. Os poucos CDs produzidos foram para promover o filme.

Atualmente...

Desde o retorno da serie em 2005, Murray Gold é o responsável pela trilha sonora, e que tem a colaboração de Ben Foster que conduz a BBC National Orchestra of Wales, no qual já comporam e executaram obras incriveis com "Vale Decem" e "I am the Doctor".
Fiquem abaixo com alguns videos e links das trilhas sonoras.
 Se interessou pela trilha sonora de 1996?
Baixe no link 1996Movieost.rar
E ainda não assistiu o filme de 1996? Assista Online em Doctor Who 1996 Filme


E eu vou me despedindo aqui de voces, ate a proxima


~Clara

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Fanfic 2: 2°parte.Frio

    - Então, o universo não é como no guia – a pergunta inusitada veio de John, o mesmo estava sentado observando a capa do livro do Guia do Mochileiro das Galáxias para as telas brilhantes da TARDIS para o Doutor, o qual estava do outro lado do centro de comandos, tentando ajustar, como ele se referia, a sua “máquina sexy”.
   Os pés de John saíram calmamente do chão e foram postos sobre os controles da TARDIS.
   - Ela não gosta. – advertiu o Doutor.
   Resmungou uma simples desculpa e rapidamente retirou os pés e os pos na cadeira ao lado, para ele aquilo tudo ainda era um sonho, o mesmo com um homem louco e um organismo vivo que tem o poder de se mover pelo tempo e espaço. Riu consigo mesmo pela simples ideia de poder ter tido um acidente e entrado em coma.
   “Pessoas em coma sonham” concluiu suas loucas ideias.
   - Não é exatamente como, mas Douglas Adams me conheceu e muitos aspectos são reais, como o peixe da Babilônia, não existe, mas existe um tipo de mecanismo que a TARDIS utiliza para traduzir qualquer língua alien para o tripulante dela.
   “Não, nenhuma mente criaria um mundo desses” veio outro pensamento, o mesmo parecia o fazer ficar, nunca deixar o Doutor.
   - Conheceu Douglas Adams? – olhou para a capa do livro e lembrou de sua introdução: “ Traz impressa na capa, em letras garrafais e amigáveis, a frase NÃO ENTRE EM PÂNICO.”, na capa se encontravam as mesmas palavras. “Não entre em panico”, sorriu, qualquer um já o teria feito.
   - Sim, assim como Sir Arthur Conan Doyle, Shakespeare, Einstein...
   - É bizarro como você fala com uma naturalidade.
   - É? – levantou um pouco a cabeça da tela que latejava uma cor azul no seu rosto e encarou John.
   - Sim.
   Voltou aos comandos básicos da nave, enquanto John Smith levantava da cadeira e ia em direção ao outro.
   Ainda em livro a mão disse:
   - Me diga então, para onde vamos por que o mais longe que cheguei foram os quartos, seu guarda-roupa e a piscina.
   - A piscina é legal – disse com um sorriso no rosto encarando a tela com os oculos 3D.
   - Eu não nado.
   - Ok.
   Começou a bater com o pé na grade de metal, era um barulho rítmico em um silêncio perturbador.
   - A TARDIS está com uns probleminhas – começou se explicando – em poucos minutos sairemos da sua órbita – terminou a frase se referindo a órbita do planeta Terra.
   - Foi o que você disse há uma hora .
   - Seus pés não vão ajudar a ir mais rápido – respondeu sarcasticamente.
   John se virou olhando a sua volta, tentando se ocupar, era uma imensidão. As cores indescritíveis  Era um grande mundo em uma pequena caixa.
   - Nos menores frascos há os melhores perfumes – disse para si mesmo.
   - O que? – o Doutor se virou o olhando e John fez o mesmo. Mas antes que qualquer palavra pudesse sair barulhos ensurdecedores e assustadores, quase como  alarmes seguidos de tremores consecutivos tomaram conta da TARDIS.
   Tudo parecia a ponto de explodir.
   As luzes pareciam ter se tornado vermelhas e o rosto de ambos era apenas essa mesma cor. O Doutor se segurava nos controles como sua vida enquanto o outro se viu sendo levado pelas sacudidelas, as frágeis barreiras atrás do mesmo não o pareceram deter e logo se viu caindo um nível abaixo da nave e com um grito, seus olhos se fecharam e o escuro tomou vez.


   - John? – uma voz distante parecia vir do escuro – John? – veio novamente, esteja longe e junto podia sentir uma leve pontada na parte posterior inferior da cabeça – John?
   Se lembrando do ocorrido e logo da dor nas costas e em todo o resto disse:
   - Calma, eu estou bem. – abriu um de seus olhos, parecia claro demais e frio, também e os fios da máquina estavam enrolados sobre seu corpo.
   - Você caiu feio. – o Doutor disse sem aqueles óculos, mostrando apenas os grandes olhos castanhos.
   - Sério, Doutor? Nem percebi. Seu poder de dedução é incrivelmente extraterrestre – ele riu e ao mesmo tempo parou sentindo uma pequena dor na costela.
   - Você é sempre tão arrogante?
   - Quando a minha cabeça está quase explodindo... Sim. – tentou levantar ao dizer estas palavras – Me ajude, por favor.
   O outro se levantou e agarrou a mão de John, o último parecia a ponto de desmaiar.
   - Então, onde estamos? Conseguiu consertar... – o mesmo ao tentar completar a frase sentiu uma pontada na cabeça, fechou os olhos e esperou um pouco. Sentiu os braços do Doutor o segurar antes de caísse e o erguer e quando parecia que a gravidade não era sua inimiga, o alien começou a vasculhar abaixo de seu espesso cabelo negro.
   - Vai ficar bem.
   - Você não é médico.
   - Mas eu poderia ser. Agora, ponha um casaco que estamos em um lugar frio, por assim dizer.
   - Sério? Eu estou acabado, não quero.
   - Por que você tem uma necessidade de perguntar se tudo é sério? Ande... – o Doutor deu uns dois passos em direção a escada e ao ver que o outro não o seguia puxou sua mão e gritou – Allons-y, Alonzo!
   - Meu nome não é Alonzo. É John. Foi você que bateu a cabeça.
   Ao dizer aquela simples frase sentiu seu corpo ser puxado e com um simples resmungo de “Eu sei” como resposta já se via sentado na mesma cadeira de antes, só que desta vez a tela da TARDIS dessa vez mostrava um cenário branco, deduziu ser o que os esperava e ao olhar para os lados via que o outro em segundos já parecia sumir de onde estava.
   Estava entusiasmado, dava para ver, fazia corridinhas entre os controles e logo desaparecia, da quarta vez ao desaparecer, voltou com um casaco de couro e jogando-o sobre John, disse:
   - Vista-o. – o outro assentiu e o viu novamente desaparecer.
   Voltou sua atenção a tela, a mesma começou a chiar e rapidamente um vulto negro se materializou.
   - Dout... – ele parou em meio a frase, o vulto negro parou em frente a câmera e começava a tomar forma, parecia humanoide  Um frio lhe percorreu a espinha, de medo e excitação – Dout...! – a palavra parecia engasgada até que percebeu que o vulto era o próprio Doutor. O mesmo deu um breve aceno e fez um gesto de o chamando para fora.
   “Babaca” pensou, rindo.
   Olhou para trás e a neve parecia invadir a nave com seus ventos frios. “Planeta alien. Que legal” quis gritar o que passava em sua mente, mas não queria parecer idiota. Se levantou da cadeira sentindo uma nova pontada nas costelas, mas pôs o seu corpo a se mover.
   Foi andando calmamente a porta escancarada, metálica de um lado e de madeira do outro.
   - Doutor? – chamou pela primeira vez – Doutor? – repetiu o nome sentindo um vento frio em sua face seguido do mesmo vulto negro anterior pulando a sua frente gritando “Oi”.
   - Saia daí. – ele estava praticamente dançando em meio a neve.
   - Você é problemático.
   - E você humano.
   Tentou ignorar e continuou:
   - Então, o nome do planeta? Me diga antes de eu dar o meu primeiro passo com meu all-star na neve extraterreste.
   - Terra.
   - Terra? – o nome era quase um balde de água fria e logo deu os primeiros passos atravessando as grandes portas e sentiu o ar e todo o resto e ele não sabia o por que, mas sentia que era totalmente humano o que se encontrava naquele lugar.
   - Sim. – ele deu uma longa pausa – É que eu não consegui sair da órbita e caímos novamente, mas em um local diferente – John queria gritar, mas sabia que nãoa adiantaria, aquela era a confirmação de que a TARDIS era um organismo com vida e opinião de viagem. – Mas estamos a séculos no futuro e se olhar bem... – sua pausa dramática foi sucedida de um passo ao lado, se aproximando de John – Você pode ver uma base humana barra alienígena.
   - Doutor...
   - O que? – ele virou o rosto da imensa base de cor bege não muito longe deles e o encarou.
   - Neve, frio de morrer, provavelmente no Ártico, certo?
   - Sim.
   - Por que não... Londres, talvez?
   - A...
   - TARDIS, eu sei. A sua maquina sexy tem uma opinião forte, entendi. – olhou o vasto branco e encarou por alguns segundos a construção ao longe. – Vamos – e começou a viagem sobre a neve branca, não alien, mas futura.

Espero que gostem, qualquer coisa que odiaram, apenas digam, ok? kkk
~Rory